sábado, 14 de agosto de 2010

Nossos Encontros



Bem, esse texto eu fiz pra um concurso de redação que o tema era "Um dia na sua vida". Fiz há dois anos e vamos dizer que ele foi a porta para esse meu gosto de escrever. É um texto muito importante pra mim e retrata um dia simples, mas que marcou a vida de 5 garotas que apenas se preocupavam em curtir a vida. Escrito em 6/08/08.


Há exatamente dois anos, eu cursava a 5ª série, ou melhor, 6º ano da Escola Municipal João Monteiro. Eu fazia parte de um grupo de cinco garotas. Sempre sentávamos nas últimas carteiras e todas tinham que estar em seus devidos lugares. Confesso que me atrapalhei, assim como elas, em algumas matérias, devido a conversas, mas nada que assustasse. Brigas, risos, choros, confissões..., faziam parte do nosso dia-a-dia.
A semana inteira era sempre a mesma coisa, porém tinha um dia especial para nós, sexta-feira. Esperávamos ansiosamente este dia e, quando este chegava, não aguentávamos de tanta euforia. A espera pelo toque do sinal se tornava insuportável e o desejo incontrolável. Quando ele tocava, sentíamos um alívio profundo. Arrumávamos as coisas, botávamos as mochilas nas costas e íamos correndo para a rua atrás da escola.
Lá era como se fosse um mundo encantado, onde entravam meninas-mocinhas e saíam meninas-molecas. Sol, chuva, calor, frio... nada segurava aquele quinteto fantástico. Tirávamos os tênis e ficávamos descalças. Calças eram levantadas até a altura dos joelhos e dois times eram formados. Uma bola era colocada sutilmente no centro do campo improvisado, já que meninas não tinham vez no mundo "futebolístico" dos meninos na quadra.
Passando por cima de qualquer preconceito, jogávamos sem técnica alguma, apenas o essencial, a alegria. Riamos à vontade e vibrávamos muito com os gols feitos. Um futebol fascinante, um futebol que servia de exemplo, mas, principalmente, um futebol inocente. Acabado o jogo, calçávamos os tênis e nos despedíamos do mesmo jeito de sempre, felizes com a partida anteriormente jogada.
Aquilo se repetia toda semana, até que nosso grupo se desfez, acabando com o futebol de sexta. Vejo aquele tempo como uma lembrança boa. Aqueles momentos acabaram, mas a memória dos corpos daquelas garotas correndo, rindo e brincando, jamais se apagará da minha mente.

(Texto sem nenhuma alteração)


Não sei se interessa a alguém, mas depois de 4 anos, conseguimos reunir todas as garotas e hoje, voltamos com toda aquela amizade e toda a alegria de sempre. Não jogamos mais o futebol, mas o importante é que o grupo que tinha se desfeito está hoje firme e forte e permanecerá assim pelo resto da vida!

4 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Quando o tempo volta um pouco atrás e nos trás a memória os momentos felizes, é realmente muito bom.
    Só quem passa por isso para saber.
    Que esse quinteto fantástico dure por muitos e muitos anos, e décadas, e tudo mais que se tiver direito. Porque o bom é curtir cada minuto, segundo, horas e horas juntos com aqueles que nos fazem sentir algrias intensas.
    São esses momentos que nos fazem ver a importancia da verdadeira amizade, o sentido da união, o saber da felicidade... o carinho de corpos de pessoas tão diferentes, unidos por gostos e prazeres tão identicos.
    E como disse o grande mestre Charlie Chaplin... "A vida é como uma peça de teatro em que não se permite ensaios... então cante, ria, dance, chore e viva intensamente cada instante, antes que a cortina se feche e a atração termine sem aplausos!"

    Muito bom o texto, como sempre...
    By:. Rani, sua fã numero 1
    :)'

    ResponderExcluir
  3. Ficou muitoooooo bom!!! Você arrasa, e não esqueça que quando for publicar seu livro as primeiras a receber serão a Paulinha e eu.kkk Vc tem que avisar com no minimo um mês de antecedência pra eu poder encomendar logo as passagens.kkk
    Beijooo!
    Vc arrasa!
    Adoroooo vc!

    ResponderExcluir
  4. Bem interesante, não conhecia seu blog mas depois de fusar muito encontrei-o. Depois prometo dar uma olhada melhor. Continue

    ResponderExcluir